segunda-feira, março 17

VOCÊ SABIA?

Limeriques são um tipo de poema bem curto. Eles falam de coisas malucas e têm sempre cinco versos. A primeira, a segunda e a quinta linhas terminam com a mesma rima.


Já a terceira e a quarta são mais curtas e rimam diferentes das outras. Ninguém sabe direito como eles surgiram, mas começaram a fazer sucesso quando um inglês barbudo, gordinho e narigudo, chamado Edward Lear, passou a escrever limeriques.


Tatiana Belinky inventou que os tais limeriques são micro-poeminhas engraçados. E tem limerique de todo tipo: os cacoliques, em que duas palavras se juntam para formar uma outra (isso é chamado de cacófato); os medoliques, sobre coisas que metem medo na gente; e os distraídos, que falam de gente que vive com a cabeça nas nuvens.

2 comentários:

Andréa (Vanguarda) disse...

Seu blog tb é cultura.bjs

Geh disse...

Entraves somem com o entardecer
E dos meus problemas eu vou me esquecer
Pontos divergentes
Em convergentes se transformam
E puxa, ta frio, preciso me aquecer


seria isso um Limerique?
Gostei =)

Já flei que gosto d+ daqui? Se não, fica flado!