terça-feira, agosto 11

É possível pegar mais de uma gripe ao mesmo tempo?






A princípio, não.


A gripe é uma doença transmitida por um único vírus mutante e apenas uma mutação consegue infectar o organismo por vez. Mas pode haver exceções. "A combinação de duas mutações do vírus da gripe numa só pessoa teoricamente até pode acontecer, mas seria raro", diz o infectologista Antonio Carlos Misiara, do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.


Isso acontece porque o corpo humano possui uma defesa contra o ataque simultâneo dessas criaturas. "Quando o organismo detecta a presença de um vírus, o sistema imunológico produz uma substância chamada interferon.



Sua função é combater o inimigo que já está no corpo, mas, de tabela, ela impede a entrada de qualquer outro vírus que ataque o sistema respiratório e esteja por perto querendo se infiltrar", afirma Antonio Carlos. O vírus responsável por todas as epidemias de gripe, o influenza A, é um vilão que altera sua estrutura genética para escapar da imunidade natural do nosso organismo e das vacinas.



Os principais sintomas da gripe são tosse persistente e febre alta. Outra doença bastante parecida é o resfriado, mas ele é menos grave e exige um tempo de recuperação menor. "A semelhança é que os resfriados também são contraídos por vírus, mas a variedade deles é muito grande (são cerca de 400) e quase nenhum é mutante", diz Antonio Carlos.


O médico esclarece que nem mesmo o vírus da gripe e qualquer outro de resfriado costumam atacar em conjunto.

Nenhum comentário: