sexta-feira, novembro 2

Achados e pechinchas da Rua 25 de Março


A rua fica no centro da cidade, perto da Praça da Sé. Recebe milhares de consumidores por dia mas, para as compras de Natal, mais de um milhão de pessoas andam pela região. Não é para menos: a 25 de Março (chamada de “25” pelos frequentadores assíduos) e ruas próximas é aquele lugar em que quase tudo pode ser encontrado, de brinquedos a artigos para armarinhos, passando por bijuterias, calçados, óculos, roupas indianas, tecidos, utensílios domésticos, guarda-chuvas e equipamentos eletrônicos.
Não é difícil chegar nessas lojas. As ruas são todas próximas: ou cortam a 25 ou são paralelas a ela. Na 25 estão, por exemplo, a matriz e três lojas dos Armarinhos Fernando, conhecidas pelos seus 150 mil itens à venda. Os seus corredores são bastante disputados na época do Natal por pessoas que procuram brinquedos e presentes a preços baixos.
Outra loja muito conhecida na 25 é a Niazi Chohfi. Com quatro endereços na região, as lojas têm praticamente todas as variedades de tecidos, nacionais e importados. Lá são encontrados materiais para confecção de roupas, cortinas, sofás, lingeries, toalhas e tapetes. No ramo das festas, uma que chega a ter fila de espera para entrar em tempos de Halloween é a Festas e Fantasias, na Ladeira Porto Geral. Do lado do Metrô São Bento, a loja tem dois pisos e vende de fantasias para crianças e adultos a acessórios para festas, como perucas coloridas, confetes, pulseiras de néon e adereços.
Mas nem só de armarinhos e festas é feita a fama da 25 de Março. A loja de calçados Clóvis tem três filiais, sendo duas na 25. A M.Camicado tem quatro estabelecimentos na região, que vendem produtos diferentes. As duas unidades da rua Barão de Duprat vendem brinquedos, fantasias e artigos para festas. Já na rua Cavalheiro Basílio Jafet, uma delas tem à disposição papelaria e objetos para festas; já a outra oferece utilidades domésticas. Literalmente, quem procura as coisas na 25, geralmente acha. 

AS HISTÓRIAS DA 25 DE MARÇO

Foram os imigrantes árabes, hábeis e lendários vendedores, que começou a fama de rua de comércio da 25 de Março. Hoje, além dos seus descendentes, portugueses, chineses e coreanos também fizeram da 25 sua casa e construíram suas vidas. Algumas ruas ganharam o nome desses pioneiros e algumas têm histórias mais curiosas.
25 de Março
O nome tem uma origem patriótica: é uma homenagem ao dia em que foi escrita a primeira Constituição brasileira, em 25 de março de 1824. Antes, o rio Tamanduateí passava por lá, por volta de 1850. Na época, para se chegar ao seu leito, o acesso era pela Ladeira Porto Geral – cujo nome se mantém até hoje.

Cavalheiro Basílio Jafet
O libanês Basílio Jafet chegou ao Brasil em 1901 e foi um dos árabes mais atuantes de São Paulo. Montou, com seus irmãos, uma fábrica de tecidos no Ipiranga e é um dos idealizadores da criação do Hospital Sírio-Libanês.

Carlos de Souza Nazaré
O brasileiro foi presidente de várias companhias e associações, sempre ligadas ao comércio, como a Associação Comercial de São Paulo ainda no começo do século 20, da Companhia de Armazéns Gerais e da Bolsa de Mercadorias de São Paulo.

Barão de Duprat
O recifense foi vereador várias vezes e prefeito de São Paulo - e autor de obras importantes como o alargamento da rua Líbero Badaró, a construção do Parque Trianon, do Anhangabaú e da Praça Buenos Aires.

Cantareira
A rua é uma referência à Serra da Cantareira, na zona norte de São Paulo, uma região de mananciais e onde ficam algumas das antenas de transmissão de TV. 

A rua fica no centro da cidade, perto da Praça da Sé. Recebe milhares de consumidores por dia mas, para as compras de Natal, mais de um milhão de pessoas andam pela região. Não é para menos: a 25 de Março (chamada de “25” pelos frequentadores assíduos) e ruas próximas é aquele lugar em que quase tudo pode ser encontrado, de brinquedos a artigos para armarinhos, passando por bijuterias, calçados, óculos, roupas indianas, tecidos, utensílios domésticos, guarda-chuvas e equipamentos eletrônicos.
Não é difícil chegar nessas lojas. As ruas são todas próximas: ou cortam a 25 ou são paralelas a ela. Na 25 estão, por exemplo, a matriz e três lojas dos Armarinhos Fernando, conhecidas pelos seus 150 mil itens à venda. Os seus corredores são bastante disputados na época do Natal por pessoas que procuram brinquedos e presentes a preços baixos.
Outra loja muito conhecida na 25 é a Niazi Chohfi. Com quatro endereços na região, as lojas têm praticamente todas as variedades de tecidos, nacionais e importados. Lá são encontrados materiais para confecção de roupas, cortinas, sofás, lingeries, toalhas e tapetes. No ramo das festas, uma que chega a ter fila de espera para entrar em tempos de Halloween é a Festas e Fantasias, na Ladeira Porto Geral. Do lado do Metrô São Bento, a loja tem dois pisos e vende de fantasias para crianças e adultos a acessórios para festas, como perucas coloridas, confetes, pulseiras de néon e adereços.
Mas nem só de armarinhos e festas é feita a fama da 25 de Março. A loja de calçados Clóvis tem três filiais, sendo duas na 25. A M.Camicado tem quatro estabelecimentos na região, que vendem produtos diferentes. As duas unidades da rua Barão de Duprat vendem brinquedos, fantasias e artigos para festas. Já na rua Cavalheiro Basílio Jafet, uma delas tem à disposição papelaria e objetos para festas; já a outra oferece utilidades domésticas. Literalmente, quem procura as coisas na 25, geralmente acha.
DICAS PARA ANDAR NA 25 DE MARÇO
Use roupas confortáveis
Nem pense em ir com sapatos de salto ou calças apertadas: aqui a ordem é estar confortável. Afinal, andar por uma região com muitas subidas e descidas, que tem sombras somente nos toldos das lojas, é fundamental usar shorts ou calças mais largas, com muitos bolsos e tênis macios. Assim, a experiência de comprar não vai se tornar uma tortura.
Vá sempre acompanhado
A dica vale especialmente para quem nunca foi para a 25 de Março. A região das compras não é tão grande, mas é muito fácil se perder pelos corredores das lojas em meio às pessoas. Mesmo para quem já conhece, ir com mais alguma pessoa ajuda a carregar sacolas, escolher presentes e a prestar assistência se necessário.

Crianças ficam em casa
A região da 25 de Março não é um bom lugar para levar os pequenos – e nem é só porque eles vão querer levar tudo para casa. Crianças não têm noção de como se locomover com muitas pessoas em volta: para elas se perderem dos pais é muito fácil. Bebês de colo, então, não podem nem passar perto. O sol e o movimento de pessoas podem assustá-las.

Cuidado com seus pertences
Aqui a regra é levar bolsas à frente do corpo e, se carregar dinheiro, distribuí-lo em diversos bolsos para ter uma reserva em casos de emergência.

Água, sempre
No calor ou no frio, a água deve ser sua companheira. Leve garrafinhas e mantenha-se hidratado. O corpo consome mais o líquido nas caminhadas e vai embora com o suor, portanto nada de passar sede!

Não se esqueça de comer
Vale a pena fazer uma refeição balanceada e não ficar refém dos lanches mais pesados vendidos nas lanchonetes da 25 de Março. Opte por barrinhas de cereal e até chocolates, que dão aquela energia para enfrentar a caminhada pelas ruas da região.

Olho nos cartões de crédito e débito
Na hora de pagar, veja se é seu mesmo o cartão que o vendedor devolve depois de passar na máquina de débito. No meio de tanta gente, as trocas de cartões podem acontecer, e você pode levar para casa um que não é seu.

Polícia para quem precisa
Há uma base móvel da Polícia Militar no cruzamento da Ladeira Porto Geral com a rua 25 de Março. Os policiais estão à disposição para auxiliar os consumidores no caso de furtos, roubos e podem até chamar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em casos como desmaios e acidentes.  
FONTE: daqui


Um comentário:

Anônimo disse...

[p]Don't stop 'til that you may be [url=http://www.mbtshoeswomen.co.uk] cheap mbt shoes sale[/url] tired . But in doing numerous sports, Above all during intense exercise, Very particular about selection of running shoes . The quantity ended up generally runners? Both twos properly require me [url=http://www.mbtstores.co.uk] mbt shoes sale[/url] to pay reduced than $65 . A consumer performing P90x dvd work out follows a particular rotation [url=http://www.mbtstoresuk.co.uk] mbt men shoes[/url] at par his personalized targets . At any time you just be happy with it [url=http://www.mbtstores.co.uk] mbt sandals[/url] and in addition go back home? ', Now you should t . For [url=http://www.mbtboots.co.uk] mbt women shoes[/url] me, I acquired it from a friend . That inexpensive low-Cost MBT Boots or shoes are actually [url=http://www.mbtstores.co.uk] mbt shoes clearance[/url] helpful to most users and they are honestly implementing to become well-Known globally . You should give them a break from time to [url=http://www.mbtshoeswomen.co.uk] mbt footwear uk[/url] time.[/p]


[url=http://et-amator.de/posting.php?mode=reply&f=15&t=47925%2B%2B%2B%2B%2B%2B%2B%2B%2B%2B%2BResult:%2Bchosen%2Bnickname%2B%22Robjoq82%22;%2Bcaptcha%2Brecognized;%2Bsuccess%2B%28from%2Bfirst%2Bpage%29;%2BBB-code%2Bnot%2Bworking;%2B%28reply%2Bto%2Btopic%29;]There Offer the discount MBT for women online with high-quality 2a[/url]
[url=http://forum.sysman.ru/index.php?act=Post&CODE=00&f=73%3Cbr]There Offer the discount MBT for women online with good quality 4p[/url]
[url=http://robotikstudenter.com/forum1/2-svammel/45297-lagunamar-resort-and-casino-venezuelas-cleopatra-casino-flash%2BResult:%2Bchosen%2Bnickname%2B%22Robznd09%22;%2Bsuccess%2B%28from%2Bfirst%2Bpage%29;%2BBB-code%2Bnot%2Bworking;]There Offer the cheap MBT for women online with high-quality 9g[/url]
[url=http://www.tbnails.fr/forum/post.php?tid=4414&qid=141362]There Offer the cheap MBT for women online with high-quality 2n[/url]
[url=http://www.movoutdoors.com/forums/posting.php?mode=reply&f=13&t=549]Here Offer the cheap MBT online with high-quality 5j[/url]