terça-feira, dezembro 17

Profissional lista os erros mais comuns ao maquiar a pele

A maquiadora Herta Marques, do Cat’s Cabeleireiros (SP), lista os principais deslizes que a mulherada comete na hora de maquiar a pele e ensinou como evitá-los.
 
Base mais escura que a pele
Segundo a maquiadora, um dos erros mais graves e mais comuns é usar a base em um tom mais escuro que a pele e depois corrigir com o pó. “A pele acaba ficando grossa e craquelada, com aspecto de casca de laranja”, diz. O indicado é, na hora de comprar a base, sempre testar no rosto e não no braço ou na mão. “A cor deve ser exatamente igual à do rosto. As mulheres podem até investir em uma segunda base um tom mais escuro para a época do ano em que estão bronzeadas”, recomenda.
Corretivo muito claro na olheira
Outro erro corriqueiro. Na tentativa de esconder manchas muito acentuadas abaixo do olho, as meninas acabam usando tons de corretivo muito mais claros do que o restante do rosto e ficam com a aparência de “panda invertido”. “Para esconder totalmente as olheiras, o certo é usar o corretivo na cor rosa, seguido da base no tom da pele”, explica Herta. “E tem que aplicar sempre na medida exata, senão tira a olheira, mas deixa rugas. O ideal é dar batidinhas com a ponta do dedo e espalhar bem”, orienta, indicando o uso de uma esponja para retirar o acúmulo de produto nas dobras do olho.
Blush muito marcado
Ele serve apenas para deixar as maçãs do rosto saudáveis. Herta explica que deve-se passar o pincel no produto, bater o cabo no dorso da mão para se livrar do excesso e só então aplicar no. “Primeiro, deposite com leves batidinhas e, depois, esfume usando o mesmo pincel”, indica. Peles morenas podem abusar dos pigmentos intensos, como avermelhados e amarronzados. Já as clarinhas devem optar pelas cores suaves.
Iluminador demais
Algumas pessoas exageram na dose e usam o produto no rosto inteiro, deixando a pele com um aspecto oleoso. “O iluminador serve para valorizar a maquiagem, dar um ar saudável e iluminar a pele, mas tem lugar certinho para passar, que é no canto externo do olho, um pouco acima da maçã, e logo abaixo da sobrancelha”, explica a maquiadora. Ele deve ser bem esfumado para que se misture ao blush. No canto interno do olho, Herta sugere uma sombra clarinha, para não ficar muito marcado.
Esfumar de menos
Na hora de combinar dois ou mais tons de sombra, algumas mulheres não esfumam a junção das cores e acabam formando blocos marcados. “A mulher deve ter um pincel para aplicar a sombra, como o língua de gato, que é compridinho, e um para esfumar, que deve ser gordinho e redondo com as cerdas mais grossas. A sombra deve ser esfumada de fora para dentro com movimentos circulares e, depois, de dentro para fora, para que as cores se misturem bem”, descreve a especialista.
Fonte: Daqui

Nenhum comentário: